Globo surpreende e cancela especial de fim de ano de Roberto Carlos - Portal Overtube Globo surpreende e cancela especial de fim de ano de Roberto Carlos - Portal Overtube

Globo surpreende e cancela especial de fim de ano de Roberto Carlos

O cantor Roberto Carlos (Reprodução)

O cantor Roberto Carlos (Reprodução)

Uma das tradições brasileiras para os finais de ano é acompanhar o famoso especial do cantor Roberto Carlos na Globo. Neste ano, no entanto, a emissora carioca optou por não fazer a gravação de um programa inédita do artista.

Neste ano, muitas coisas aconteceram de forma diferente por conta da pandemia do novo coronavírus, e é justamente por esse motivo que o canal tomou a decisão de não fazer um novo especial. Isso não é inédito e aconteceu também no ano passado.

Para o fim de ano não passar em branco, a Globo anunciou que vai reprisar uma edição mais antiga dos shows de Roberto Carlos. De acordo com a revista Quem, vai ao ar Roberto Carlos – Emoções em Jerusalém, exibido originalmente em 2011.

“Em função da pandemia, o formato possível seria live dos estúdios do cantor, o que a emissora já exibiu duas vezes este ano, por isso optou-se por ofertar ao público esse show emocionante”, explicou o canal através de um comunicado.

Em 2019, a Globo optou por exibir apenas os melhores momentos de shows do cantor na Europa e nos Estados Unidos, quando comemorou 60 anos de carreira.

Veja também:

Crivella chama Globo de “lixo” na CNN Brasil e é cortado por Monalisa Perrone

Band bate o martelo e MasterChef voltará ao antigo formato em 2021

Redes sociais reagiram

Como não seria diferente, os internautas usaram as redes sociais para reagir à notícia de que a Globo não exibirá um especial inédito de Roberto Carlos em 2020. Muitas postagens, é claro, apostaram no bom humor.

“Rapaz, 2020 agora vai criar um vácuo no espaço tempo porque Roberto Carlos é a transição temporal de ano no Natal brasileiro. Pane na matrix, chefia”, brincou uma usuária, que fez sucesso. “Não vai ter especial do Roberto Carlos no fim do ano. Ou seja, vamos ficar presos em 2020″, lamentou outro.

Veja as postagens:

Top