GloboNews se preocupa com derrotas e tenta tirar nomes da concorrência

César Tralli no Edição das 18h, da GloboNews (Imagem: Reprodução/Canais Globo)

César Tralli no Edição das 18h, da GloboNews (Imagem: Reprodução/Canais Globo)

GloboNews está preocupada com a queda de seus índices de audiência. A emissora da TV paga está há seis meses atrás da Record News (que tem a vantagem de também estar na TV aberta) e também começou a colecionar derrotas para a Jovem Pan News.

Para tentar correr atrás do prejuízo, o canal que pertence ao Grupo Globo passou a “assediar” jornalistas das concorrentes. Segundo informações do site TV Pop, os profissionais da Record News são os mais procurados.

Produtores e editores da emissora começaram a ser abordados pela GloboNews, que oferece até alguns salários acima de média do mercado. Um editor aceitou a proposta e já pediu demissão para trabalhar no novo jornal das 16h, que estreia em julho.

Leia outras notícias de hoje Portal Overtube:

SBT avalia se exibirá cena de beijo gay na novela Paixão de Gavilanes

Ex-atriz da Globo detona Arthur Aguiar e diz que teve a “má sorte” de trabalhar com ele

GloboNews convida concorrentes

Além dos profissionais que ficam por trás das telinhas, alguns jornalistas âncoras da Jovem Pan News e BandNews também foram contatados. Até então, no entanto, nenhum deles aceitou as propostas.

O maior motivo para o “não” é o oferecimento feito pela GloboNews. Para se transferir de emissora, eles teriam que voltar às reportagens de rua. A promessa seria a apresentação nos estúdios aos finais de semana e, no futuro, também nos dias úteis.

Além do formato de trabalho, a questão financeira também pesou. Apesar as ofertas polpudas da Poderosa, a Jovem Pan News tem uma margem financeira confortável e consegue fazer contrapropostas para permanecer com seus profissionais.

Atualmente, a GloboNews vem perdendo para o canal de notícias da Jovem Pan em alguns horários, como durante o Jornal da Manhã. O Os Pingos nos Is também é um sucesso e ainda beneficia a programação da emissora.

Top