Glória Maria desabafa sobre política brasileira: "Eu não me calaria" - Portal Overtube Glória Maria desabafa sobre política brasileira: "Eu não me calaria" - Portal Overtube

Glória Maria desabafa sobre política brasileira: “Eu não me calaria”

A jornalista Glória Maria (Reprodução)

A jornalista Glória Maria (Reprodução)

O programa Conversa com Bial retornou na noite desta segunda-feira (18) depois de ficar fora do ar desde o fim do ano passado. No primeiro programa da temporada, o apresentador Pedro Bial recebeu a jornalista Glória Maria.

Os dois conversaram sobre diversos assuntos através de uma videoconferência por conta do isolamento social. Glória, então, falou sobre tudo o que vem acontecendo. “Meu Deus, que ano impensável é esse em que estamos vivendo. E a vida me pegou de jeito”, disse.

A contratada da Globo falou sobre o tumor no cérebro descoberto em novembro passado. “Estava eu em casa, me senti mal depois de um jantar e caí. Fui ao hospital costurar a cabeça e, quando me deram o resultado do exame, tinha dado que eu estava com um tumor no cérebro. Foi como um caminhão passando por cima de mim”, desabafou.

Na sequência, Glória Maria garantiu que nesse momento está se sentindo bem e já em fase final do tratamento contra a doença. “Graças a Deus eu escapei mais uma vez e já estou terminando a imunoterapia. Como eu sobrevivi, não sei, é só Deus quem sabe”.

A perda da mãe

Em fevereiro deste ano, Glória perdeu sua mãe, Edna, que faleceu repentinamente. “Na véspera do Carnaval, a minha mãe passou mal devido a uma insuficiência respiratória, que eu não sei se já era o coronavírus, e, no meio do caminho para o Hospital Pró-Cardíaco, ela morreu. Alguma coisa está acontecendo na minha vida que é muito mais que a pandemia. Está acontecendo tudo ao mesmo tempo”, continuou.

“Eu não sei se vou ter forças para mais alguma coisa, mas até agora eu estou legal e estou inteira. Na verdade, acho que tudo isso foi uma bênção. Deus me concedeu a graça de ter mais um pedaço de uma vida para conhecer. E, tem outra, do lugar em que a minha mãe está agora, ela pode me ver. Ela sabe de tudo o que está acontecendo comigo e pode me proteger”, disse a apresentadora do Globo Repórter.

Pedro Bial, então, comentou sobre o presidente Jair Bolonaro ter mandado um jornalista calar a boca e questionou se a colega responderia, ainda que fosse na ocasião da ditadura, que ela enfrentou há algumas décadas. “Eu não me calaria nunca. Eu diria para ele: ‘Vamos conversar, vamos falar juntos. Eu pergunto e você responde”, afirmou.

“Às vezes eu penso que não é possível que estou vivendo para ver e ouvir isso tudo. Vai além de qualquer imaginação. Política, para mim, é uma coisa de nível tão alto e o que estou vendo agora é de uma tristeza…Graças a Deus não cubro mais política, porque eu já teria apanhado ou teria batido, com certeza”, concluiu, em tom indignado.

Top