Importantes profissionais da Globo e da GloboNews estão na mira da CNN Brasil - Portal Overtube Importantes profissionais da Globo e da GloboNews estão na mira da CNN Brasil - Portal Overtube

Importantes profissionais da Globo e da GloboNews estão na mira da CNN Brasil

O jornalista Márcio Gomes (Reprodução/Globo)

O jornalista Márcio Gomes (Reprodução/Globo)

CNN Brasil está prestes a chegar à TV paga brasileira. Para que seu lançamento ocorra abalando as estruturas da concorrência, a emissora já contratou grandes jornalistas brasileiros e segue de olho em outros profissionais.

Até o momento, já fecharam contrato com o canal os ex-globais Evaristo Costa, William Waack, Mari Palma e Phelipe Siani. Recentemente também foi anunciada a contratação de Luciana Barreto, que estava no Canal Futura.

De acordo com o site RD1, outros nomes também estão na mira da CNN, entre eles alguns contratados do canal GloboNews. Pertencente à Globosat, se trata da maior concorrente do canal oriundo dos Estados Unidos no Brasil.

Entre os desejos do projeto de Douglas Tavolaro está o âncora Marcelo Cosme, que atualmente está à frente da apresentação do programa Em Pauta. Os comentaristas Julia Duailibi, Valdo Cruz e Natuza Nery também são do interesse do novo canal.

E não para por aí: a publicação afirma que dois grandes repórteres da Globo em São Paulo também estão negociando com a CNN. Ambos costumam fazer entradas no Jornal Hoje e no Bom Dia São Paulo e estão insatisfeitos com as novidades salariais e contratuais da emissora carioca.

Ex-correspondente internacional, Márcio Gomes também é um sonho do novo canal de notícias. A ideia seria de que o jornalista se tornasse o principal rosto no Rio de Janeiro, cidade em que ele começou sua carreira.

Por fim, repórteres considerados importantes para a Record também não estão escondendo a vontade de voltar a trabalhar com Douglas Tavolaro, além de um nome conhecido do SBT que já participou de algumas reuniões com a CNN.

Procurada pelo site RD1, a emissora afirmou que não comenta suas negociações e anuncia suas contratações apenas em seus comunicados oficiais.

Top