Jornalista envolvido em polêmica com Isis Valverde é demitido da Band

O jornalista Aaron Tura (Reprodução)

O jornalista Aaron Tura (Reprodução)

A semana nas redes sociais foi marcada por uma forte polêmica envolvendo a atriz Isis Valverde. Ela foi vítima do site TV Foco, que deturpou uma de suas publicações e acabou gerando um grande burburinho na web. E a situação toda trouxe consequências.

Tudo aconteceu depois que a publicação usou uma postagem de Isis no Instagram. Na imagem, a artista aparecia amamentando seu bebê e aproveitou para chamar o público para assistir Amor de Mãe, nova das nove da Globo da qual ela faz parte do elenco.

“Hoje tem Amor de Mãe”, publicou ela na legenda. Chamou a atenção, no entanto, a manchete usada pelo site para chamar a atenção das pessoas e gerar cliques. “Isis Valverde mostra os peitos em foto íntima e faz grande anúncio: ‘Hoje tem'”, dizia o enunciado.

A manchete viralizou e a polêmica tomou conta de várias redes, acima de tudo do Twitter. Vários artistas começaram a fazer uma campanha contra o portal em questão, que já é conhecido por usar o sensacionalismo nas matérias.

Adeus, Band

E o resultado disso pode ser visto pelos telespectadores do programa Melhor da Tarde, apresentado por Cátia Fonseca na Band. O jornalista Aaron Tura, que é responsável pelo site, foi demitido do vespertino. Ele era comentarista de famosos na atração.

De acordo com o site Notícias da TV, um outro caso foi o estopim para a decisão de Rodrigo Riccó, diretor do programa e marido de Cátia. No caso, se tratou de uma outra matéria, agora envolvendo o apresentador Gugu Liberato, morto em novembro passado.

Uma matéria publicada tinha a seguinte chamada: “Roberto Cabrini faz descoberta avassaladora na morte de Gugu e é ameaçado pela família: ‘A verdade vai aparecer'”, dizia o título da reportagem, que tratava da tentativa de Cabrini, do SBT, em mostrar o local do acidente sofrido por Gugu.

Esther Rocha, a assessora do comunicador, negou as informações e afirmou que não foi procurada para falar sobre o caso. “Esse TV Foco é uma lama. É uma vergonha para o jornalismo de celebridades. Um caça-cliques com chamadas escandalosas”.

Na quarta-feira (11), o TV Foco publicou uma nota pedindo desculpas pelo episódio de Isis Valverde. “O site reconheceu o título impróprio e por isso decidiu mudar totalmente o conteúdo postado. Entendemos a repercussão do caso e e ressaltamos que o TV Foco não compactua com nenhuma forma de sexualização da maternidade”, diz.

Top