Jurada do The Four Brasil, Aline Wirley fala do fim do Rouge: "Não demos conta da demanda" - Portal Overtube Jurada do The Four Brasil, Aline Wirley fala do fim do Rouge: "Não demos conta da demanda" - Portal Overtube

Jurada do The Four Brasil, Aline Wirley fala do fim do Rouge: “Não demos conta da demanda”

Aline Wirley voltou a falar sobre o fim do Rouge (Divulgação)

Aline Wirley voltou a falar sobre o fim do Rouge (Divulgação)

O anúncio do fim – ou pausa – da Banda Rouge foi um dos assuntos mais comentados desde que virou notícia. O grupo tinha sido retomado há pouco tempo e, além de lançar novos hits, fez várias apresentações pelo país.

Aline Wirley, uma das integrantes da banda, falou mais uma vez a respeito do tema. A conversa aconteceu durante a coletiva do The Four Brasil. A cantora é uma das juradas do reality show, que chega esta noite à programação da Record.

“Somos amigas. É uma pausa, numa boa. A gente se gosta muito. O Rouge foi a melhor coisa q aconteceu na minha vida. Estamos em momentos diferentes da vida, mas fizemos shows pelo país, clipes. É uma pausa. A gente sempre vai nos reencontrar, não estávamos dando conta das demandas”, revelou.

Embora seja formada em artes cênicas, Aline afirmou que, no momento, fazer novelas e séries não está em seus planos por incompatibilidade. “Estou muito aberta. Já teve uns namoros, agenda não batia”.

Karin Hils revelou que não fez dinheiro com o grupo

A atriz e cantora Karin Hils concedeu uma entrevista em que fez algumas revelações a respeito de sua trajetória no Rouge.

A artista contou que nem tudo são flores no que diz respeito ao conjunto. Apesar das coisas positivas, como os fãs, o amor e a devoção, também existe muita confusão interna, o que é prejudicial.

“O buraco é muito mais embaixo. Desde 16 anos atrás até hoje nunca fiz dinheiro com o Rouge, dinheiro que fosse compatível com toda essa big proporção surpreendente”, revelou.

Durante a conversa com a revista AnaMaria, ela também agradeceu pela oportunidade e visibilidade que o Rouge lhe rendeu. A moça, no entanto, não deixa de reforçar que isso vai além de uma missão. É seu trabalho e sem ele não conseguiria colocar comida na mesa.

“Digo isso não só por mim, mas também por todos os profissionais que estão envolvidos no projeto. Todo mundo só trabalhou por amor”.

A entrevista completa com Karin Hils já chegou às bancas.

Top