Leandro Narloch é contratado pela Jovem Pan após demissão da CNN Brasil - Portal Overtube Leandro Narloch é contratado pela Jovem Pan após demissão da CNN Brasil - Portal Overtube

Leandro Narloch é contratado pela Jovem Pan após demissão da CNN Brasil

O comentarista Leandro Narloch, da CNN Brasil (Reprodução/CNN Brasil)

O comentarista Leandro Narloch, da CNN Brasil (Reprodução/CNN Brasil)

O comentarista Leandro Narloch foi demitido da CNN Brasil no mês passado. Naquela ocasião, ele foi duramente criticado nas redes sociais depois que fez alguns comentários considerados homofóbicos em uma participação no programa Live CNN.

Leandro, entretanto, não ficará distante da mídia por muito tempo. De acordo com o site Notícias da TV, ele acaba de ser contratado pela Jovem Pan e vai apresentar uma nova atração de variedades ao lado de Samy Dana.

Segundo a publicação, o programa vai se chamar “De Tudo” e deve chegar à programação no dia 15 de setembro. Fontes da publicação ainda afirmam que Narloch fará participações no Jornal da Manhã e tem um projeto com Augusto Nunes a ser trabalhado no futuro.

Demissão após polêmica

No dia 8 de julho, Leandro Narloch participou do programa Live CNN, que discutia na edição daquele dia a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de que homossexuais masculinos poderão doar sangue.

Ao ser chamado para dar a sua opinião sobre o tema, ele garantiu que se trata de uma “mudança pequena” e ainda afirmou que 25% dos gays de São Paulo têm HIV. “A mudança na verdade é pequena, ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né?”, afirmou.

Ele ainda citou uma suposta pesquisa realizada em 2018, mas não chegou a citar a fontes. “Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”, disse o comentarista.

Leandro ainda opinou a respeito. “Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”, prosseguiu.

A demissão de Leandro Narloch foi anunciada dois dias depois, após uma forte repercussão negativa nas redes sociais.

Top