X
publicidade:

Luciano Huck detona Eduardo Bolsonaro após fala sobre Miriam Leitão

“COVARDEMENTE ATACADA”

Luciano Huck detonou Eduardo Bolsonaro no Domingão por conta de Miriam Leitão (Imagem: Reprodução/TV Globo)

O apresentador Luciano Huck foi mais um famoso a se pronunciar sobre a forte polêmica envolvendo o deputado federal Eduardo Bolsonaro e a jornalista Miriam Leitão. Ele usou o espaço do Domingão deste domingo (10) para apoiar a global.

Durante a atração, Huck citou uma publicação do filho do presidente Jair Bolsonaro. Alguns dias antes, Miriam publicou uma crítica ao governante e, em resposta, Eduardo disse ter “pena da cobra”. No caso, ele se refere ao fato de que Leitão foi torturada durante a ditadura e colocada em um quarto escuro com uma cobra.

Ao desejar os parabéns pela jornalista por conta de seu aniversário, que aconteceu no meio da semana passada, o marido de Angélica aproveitou para apoiá-la depois da polêmica. “Vou até parar, a Miriam fez aniversário na última quinta-feira (7)”, disse.

Leia outras notícias de hoje Portal Overtube:

Ana Maria Braga dá “patada” em filho de Louro José e repercute na web

Xuxa ignora pedido de desculpas de Mara Maravilha: “Não faz diferença”

Luciano Huck apoia Miriam Leitão

“E Miriam Leitão nessa semana foi covardemente atacada nas redes sociais. Uma mulher que foi torturada grávida durante o Regime Militar e tem gente que tem coragem de debochar dessa história”, disse o apresentador da Globo.

Na sequência, ele manda suas felicitações para a jornalista por conta de seu aniversário. “Então, ela fez aniversário nessa semana e eu mando um beijo carinhoso para Míriam Leitão”, disse ele, arrancando aplausos da plateia do dominical.

Em sua crítica a Jair Bolsonaro, Miriam criticou as pessoas que o colocam no mesmo patamar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Qual é o erro da terceira via? É tratar Lula e Bolsonaro como iguais. Bolsonaro é inimigo confesso da democracia”, disse.

No Twitter, Eduardo Bolsonaro compartilhou um print da publicação e disse “ainda estar com pena da cobra”, em uma clara referência à tortura sofrida pela jornalista na ditadura. Na ocasião, ela tinha 19 anos de idade e estava grávida.

publicidade:
Categorias: Televisão
Thiago Freitas: Formado em Marketing, é apaixonado por assuntos relacionados a entretenimento e televisão, no geral. Viciado em redes sociais e conteúdo para a web, acompanha esses tópicos há cerca de 15 anos.
publicidade:
Notícias relacionadas
Leave a Comment

This website uses cookies.