"MALHAÇÃO" - Primeiras impressões da nova temporada - Portal Overtube "MALHAÇÃO" - Primeiras impressões da nova temporada - Portal Overtube

“MALHAÇÃO” – Primeiras impressões da nova temporada

hannah-gabriel-e-bianca

Entra ano, sai ano, e a novelinha teen Malhação continua na ativa às 17h30 na Globo. A nova temporada do programa começou na na semana passada com a missão de elevar os índices de audiência da faixa – a última fase terminou com média de 18 pontos, bem aquém dos 25 esperados – e teve uma primeira semana bastante expressiva, tanto pelos acertos como pelos erros.

O grande problema detectado neste início foi a falta de ritmo da narrativa. Os dois primeiros capítulos estiveram focados demais na apresentação dos personagens, sem se preocupar em gerar alguma situação mais instigante e ir além do mero e cansativo didatismo. O primeiro encontro do casal principal, Ben (Gabriel Lopes) e Anita (Bianca Salgueiro), foi atrasado até o fim do terceiro capítulo. Somente a partir daí a trama deu vazão a cenas mais movimentadas, com direito a algumas sequências de “ação”, apropriadas e contextualizadas ao público da novelinha.

Um dos acertos do texto de Ana Maria Morteszhon e Patrícia Moretszhon, aliás, foi saber inserir doses de fantasia e romantismo sem perder de vista a crônica do cotidiano adolescente. Motes como o sonho de Giovanna (Bruna Griphao) em se tornar uma cantora famosa e a tensão de Vítor (Eduardo Melo) ao jogar vôlei com um grupo de garotos mais velhos, aos quais sente que deve impressionar, foram tão ou mais instigantes quanto os momentos “hollywoodianos” da trama, uma vez que potencializam a identificação do público-alvo com os personagens secundários.

Como é de praxe em Malhação, o elenco atual mistura atores consagrados e experientes com jovens estreantes. Isabela Garcia está bastante natural na pele da mãe de família Vera – pena que a caracterização “Amélia” do papel acabe apagando um pouco da beleza natural de sua intérprete. Tuca Andrada (Ronaldo) e Paulo Betti (Caetano) também se destacam.

Gabriel Lopes foi uma escolha acertada para o papel principal do folheteen, já se vendo bem mais afinado que no seriado Julie e os Fantasmas (Band). Hugo Bonemer (Martin), Anna Rita Cerqueira (Flaviana), Bruna Griphao e a belíssima adolescente Hanna Romanazzi (Sophia, a vilã da vez) são outros dos novatos que se sobressaem. Agora, a maior revelação do elenco jovem deve ficar mesmo por conta de Vítor Thiré (Sidney). Ele vem surpreendendo com uma desenvoltura digna de veterano desde sua primeira cena em Malhação.

Agora, o mesmo não se pode dizer de Bianca Salgueiro, heroína da atual temporada. A atriz tem talento e potencial, mas está muito artificial no papel da doce Anita, principalmente no que diz respeito à sua maneira de falar. Aparentemente, a atriz continua presa aos cacoetes em seus tempos de dubladora.

A nova Malhação é eficaz na abordagem e no diálogo com o espectador adolescente, mas definitivamente precisar de capítulos mais ágeis para se firmar junto a esse público. Se essa condição for cumprida, há grandes chances de vir sucesso por aí.

(Felipe Brandão)

Top