Mestre do Sabor comete gafe e Globo anuncia receita com peixe proibido - Portal Overtube Mestre do Sabor comete gafe e Globo anuncia receita com peixe proibido - Portal Overtube

Mestre do Sabor comete gafe e Globo anuncia receita com peixe proibido

Mestre do Sabor (Divulgação/TV Globo)

Mestre do Sabor (Divulgação/TV Globo)

O reality show Mestre do Sabor cometeu uma gafe no episódio da última quinta-feira (14) que passou despercebida por muitos telespectadores. O time do chef José Avillez usou em uma receita o peixe Mero, que desde 2002 é considerado ameaçado de extinção e por lei teve sua pesca e comércio proibido.

O erro foi apresentado pela TV Globo durante o programa e corrigido somente para o público da internet que acompanhava o “Fora da Cozinha”, programa que vai ao ar no site GShow.

Durante o programa, um dos participantes apresentou o peixe da sua receita. “Eu preparei um mero. A espinha do peixe foi reduzida, um pouco de vinho”, revelou.

Para minimizar o erro, a receita publicada no site do reality show escondeu o nome da espécie do peixe. No Globoplay, o trecho do programa teve a fala do participante cortada, omitindo a informação do peixe utilizado na receita.

Já a íntegra permaneceu na plataforma de streaming conforme exibida na TV Globo.

Chefs corrigem informação e negam uso de peixe proibido no Mestre do Sabor

Durante o “Fora da Cozinha”, spinoff do Mestre do Sabor no GShow, a informação foi corrigida pelos chefs que comandam os times do reality show.

Quem começou a correção no ar foi a apresentadora Maria Joana. “Eu vou recapitular. O que aconteceu foi o seguinte: na edição apareceu que o nome do peixe era mero. Mas, na verdade, não é mero. Foi uma confusão. Esse peixe nem pode”, disse.

Em seguida, continuou: “Na verdade, foi o peixe cherne que foi [usado]. Por isso essa confusão toda. A gente viu que saiu errado, mas era o cherne”, salientou Maria Joana.

Em seguida, Léo Paixão reafirmou a informação corrigida e explicou o motivo da confusão. “Nos bastidores, o Avillez confundiu. Porque em Portugal e no Brasil os nomes são trocados. Existe um tipo de cherne no Brasil que é proibido também, que eles chamam de ‘cherne verdadeiro’. E esse cherne que o Djalma fez, que eles chamaram de mero, na verdade é o cherne que é permitido pescar. Aquilo não era mero. Nem se pesca mero no Brasil”, esclareceu o chef.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top