Neto detona Bolsonaro após fala polêmica: "Somos um povo de maricas?" - Portal Overtube Neto detona Bolsonaro após fala polêmica: "Somos um povo de maricas?" - Portal Overtube

Neto detona Bolsonaro após fala polêmica: “Somos um povo de maricas?”

Neto durante o Os Donos da Boal, da Band (Imagem: Reprodução/Band)

Neto durante o Os Donos da Boal, da Band (Imagem: Reprodução/Band)

A polêmica envolvendo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) continua rendendo críticas de pessoas famosas. Depois de chamar o Brasil de “país de maricas”, o político já foi rebatido por grandes nomes como Ana Maria Braga. Agora foi a vez de Neto.

Apresentador do programa Os Donos da Bola, que vai ao ar pela Band, o ex-craque se mostrou bastante incomodado com o pronunciamento feito pelo Chefe de Estado. Na edição exibida nesta quinta-feira (12), ele detonou a postura de Bolsonaro.

“Quando o presidente fala que somos um país de maricas, como é que você pode acreditar no povo? Como é que você pode acreditar que o povo, um povo trabalhador, que nós estamos passando uma má fase ‘desgranhenta’. As pessoas arrebentando pra trabalhar, quantas pessoas não perderam emprego?”, questionou.

Na sequência, ele rebate o que foi dito e critica o racismo no país. “Nós somos um povo de maricas? Muito pelo contrário! Até porque quem é homofóbico não sabe o que é ser gay, hétero, um país de racistas que nós somos. Aí o presidente vem e fala isso”, criticou. Veja os vídeos no fim da publicação.

Veja também:

Cristina Ranzolin, platonista do Jornal Nacional, é diagnosticada com câncer de mama

Enquete UOL A Fazenda 2020 revela quem sai na roça entre Jojo, Lucas e Raíssa

Declarações polêmicas

As declarações polêmicas de Jair Bolsonaro aconteceram em um pronunciamento no Palácio do Planalto, em Brasília, na última terça-feira (10). “Não adianta fugir disso, fugir da realidade. Tem que deixar de ser um país de maricas. Olha que prato cheio para a imprensa. Prato cheio para a urubuzada que está ali atrás. Temos que enfrentar de peito aberto, lutar. Que geração é essa nossa?”, disse.

“Acaba o auxílio emergencial em dezembro. Como ficam esses quase 40 milhões de invisíveis? Perderam tudo agora. O catador de latinha não tinha latinha para catar na rua, não tinha como vender biscoito Globo na praia, não tinha como vender um mate no estádio de futebol”, disse ele.

As falas não pararam por aí. “Tudo agora é pandemia. Tem que acabar com esse negócio, pô. Lamento os mortos, lamento, mas todos nós vamos morrer um dia. Aqui, todo mundo vai morrer”, afirmou, chegando até a mandar uma indireta a Joe Biden, presidente eleito dos Estados Unidos.

Assista ao vídeo de Neto durante o Os Donos da Bola, da Band:

Top