Regina Duarte vai ao Fantástico, critica artistas e diz que minorias não terão dinheiro público - Portal Overtube Regina Duarte vai ao Fantástico, critica artistas e diz que minorias não terão dinheiro público - Portal Overtube

Regina Duarte vai ao Fantástico, critica artistas e diz que minorias não terão dinheiro público

Regina Duarte em entrevista ao Fantástico (Reprodução/GloboPlay)

Regina Duarte em entrevista ao Fantástico (Reprodução/GloboPlay)

O programa Fantástico, exibido pela Globo na noite deste domingo (8), mostrou uma entrevista exclusiva da emissora carioca com a atriz Regina Duarte, ex-contratada da casa e que acaba de assumir o posto de secretária especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro.

O jornalista Ernesto Paglia conversou com Regina a respeito de seu novo desafio e decidiu também questioná-la a respeito de Sérgio Camargo, atual presidente da Fundação Palmares. Ela deixou claro que, no momento certo, ele será exonerado do cargo.

“Voltamos a uma situação de uma pessoa que é um ativista mais do que um gestor público. Estou adiando o problema. Eu quero que baixe um pouco a temperatura”, afirmou a artista, se referindo a uma eventual decisão que vá ser tomada por ela a respeito do caso.

No ano passado, a Justiça suspendeu a nomeação de Camargo na presidência da Fundação. A indicação foi duramente criticada e rejeitada por conta de publicações feitas por ele em que fazia ataques a personalidades famosas pelo movimento negro. Depois de uma decisão do STJ, ele tomou posse.

Atriz comenta hashtag #ForaRegina

Regina Duarte, que tomou posse na quarta-feira (4), falou a respeito da pressão de grupos da extrema-direita que pedem sua saída. “Eu passei os primeiros dias desfazendo intrigas, respondendo a acusações que não são verdadeiras. A gente começou com enormes dificuldades por causa de uma facção que quer ocupar esse lugar. Já tem hashtag #ForaRegina”, comentou.

A respeito de Roberto Alvim, seu antecessor no cargo, ela afirmou que ele mereceu cair. “Ele foi tomado por um personagem e caiu”, comentou. Alvim foi exonerado após fazer um discurso em que copiava trechos de declarações do nazista Joseph Goebbels.

Por fim, Regina afirmou que grupos minoritários não terão acesso ao dinheiro público. Ela afirmou que “as minorias devem procurar patrocínio junto à sociedade civil”, além de criticar artistas que são oposição a Jair Bolsonaro e afirmar que se trata de um “tiro no pé”.

Top