Rodrigo Alvarez faz revelações sobre demissão da Globo: "Já não tinha tesão" - Portal Overtube Rodrigo Alvarez faz revelações sobre demissão da Globo: "Já não tinha tesão" - Portal Overtube

Rodrigo Alvarez faz revelações sobre demissão da Globo: “Já não tinha tesão”

O jornalista Rodrigo Alvarez (Reprodução/TV Globo)

O jornalista Rodrigo Alvarez (Reprodução/TV Globo)

Os telespectadores da Globo se surpreenderam na semana passada quando foi anunciada a demissão de mais um grande jornalista da emissora. Depois de 23 anos de casa, Rodrigo Alvarez decidiu pedir o seu desligamento do Grupo.

O site Notícias da TV conversou com o profissional, que decidiu dar alguns detalhes a respeito de sua decisão. Atualmente aos 45 anos de idade, Alvarez é casado, tem três filhos e vai trocar as reportagens por livros. Mas isso não é uma novidade em sua vida: ele já teve nove publicações lançadas.

À publicação, Rodrigo disse que não deixou a Globo por conta de nenhum conflito interno, além de não descartar uma volta ao canal futuramente. Ele entrou na emissora como estagiário e viajou por todo o mundo como correspondente internacional.

A decisão de deixar a Globo

O jornalista não vê como um ato de coragem seu pedido de desligamento. “Acima de tudo é uma necessidade: me mover e experimentar a vida de outras formas. Sou muito jovem. Cheguei aos 45. É só o primeiro tempo e eu não iria ficar me repetindo quando já não tinha o tesão que sempre tive.”

“Entusiasmo é uma coisa que tenho desde criança: sou movido a desafio, preciso estar sempre aprendendo, e não consigo me imaginar repetindo fórmulas ou mantendo conquistas”, revela Rodrigo. “Acho que não estava mais me desenvolvendo –razões minhas mesmo, minha forma de ser– e, desde que a internet passou a ditar o ritmo do jornalismo, o trabalho do correspondente, que sempre foi com grandes reportagens, ganhou um viés muito imediatista.”

Ele explica que esse não é o seu perfil, não é à toa que se dedicou aos livros. “Eles são o oposto do breaking-news-a-cada-segundo que a internet impôs a todos os meios de comunicação. Diante disso tudo (minha forma de ver as coisas, a mudança que a internet impôs ao jornalismo, o desejo de experimentar), senti que era importante me permitir começar de novo, valorizando exatamente aquilo que me levou ao jornalismo: o amor pelas palavras.”

Rodrigo Alvarez se mudou da França para os Estados Unidos – mais precisamente a Flórida – e se dedicará aos livros. “Mas também a me atualizar, e ampliar horizontes. É bem possível que eu volte ao jornalismo, é possível que faça muitas coisas com a Globo, mas quero primeiro deixar o vento soprar”, explica.

Por fim, Rodrigo diz que só tem a agradecer à emissora carioca pelo tempo em que lá esteve. “Foram excepcionais comigo desde que entrei lá, menino, para aprender como se faz Jornalismo, até agora, quando o Ali Kamel fez uma despedida muito gentil.”

Top