Saiba qual repórter da Globo foi feita refém no Rio de Janeiro - Portal Overtube Saiba qual repórter da Globo foi feita refém no Rio de Janeiro - Portal Overtube

Saiba qual repórter da Globo foi feita refém no Rio de Janeiro

Globo (Reprodução)

Globo (Reprodução)

Marina Araújo foi a repórter da Globo feita refém no Rio de Janeiro (Reprodução/TV Globo)
Marina Araújo foi a repórter da Globo feita refém no Rio de Janeiro (Reprodução/TV Globo)

Um dos assuntos mais comentados da tarde desta quarta-feira (10) foi um incidente ocorrido na sede da Globo no Rio de Janeiro. Um homem armado com uma faca invadiu o prédio da emissora, que fica no Jardim Botânico, e fez como refém a repórter Marina Araújo.

A jornalista é conhecida não só dos telespectadores do canal na capital carioca, mas também do público que acompanha os noticiários nacionais, já que é vista em diversas ocasiões em reportagens exibidas em jornais como o Jornal Nacional e o Jornal Hoje.

Além de ter apresentado reportagens no Bem Estar, ela também foi apresentadora do programa Almanaque, exibido na GloboNews, durante algum tempo. Atualmente ela faz diversas matérias a respeito da pandemia do novo coronavírus.

Entenda o caso

De acordo com informações do portal G1, a segurança da Globo agiu rapidamente, isolou o local e chamou reforços da Polícia Militar. A negociação foi conduzida pelo coronel Heitor Henrique Pereira, comandante do 23° batalhão da corporação.

O portal de notícias da emissora confirmou que o homem em questão exigira ver a jornalista Renata Vasconcellos, que é a âncora do Jornal Nacional. Além disso, a matéria ainda afirma que o homem tinha distúrbios mentais e a invasão não teve qualquer conotação política.

“Marina se comportou com coragem, serenidade e firmeza, sendo fundamental para o desfecho da situação. Renata foi corajosa, desprendida, solidária e absolutamente imprescindível para que tudo acabasse bem. As duas profissionais estão bem. E foram recebidas pelos colegas com carinho e emoção”, afirmou o G1.

Top