SBT recebe acusação grave após demissões durante a pandemia - Portal Overtube SBT recebe acusação grave após demissões durante a pandemia - Portal Overtube

SBT recebe acusação grave após demissões durante a pandemia

Silvio Santos durante seu programa no SBT (Reprodução/SBT)

Silvio Santos durante seu programa no SBT (Reprodução/SBT)

O Sindicato dos Radialistas do DF e o Sindicato dos Jornalistas do DF emitiram em conjunto uma nota denunciando o SBT e Silvio Santos por colocar a vida dos funcionários em risco durante a pandemia do Covid-19. A grave denúncia acontece após a emissora local demitir 15 funcionários na última quinta-feira (08).

Na nota, os sindicalistas pedem uma reunião com a direção do SBT para “questionar as demissões”. Além disso, radialistas e jornalistas não economizaram críticas quanto aos protocolos de segurança usados pela emissora. 

Segundo eles, o canal “em Brasília, durante a pandemia, teve um grande número de trabalhadores infectados pelo novo coronavírus, principalmente porque a empresa não tomou as medidas necessárias de proteção aos funcionários, o que trouxe vários transtornos”.

Confira a denúncia na íntegra:

“O Sindicato dos Radialistas do DF e o Sindicato dos Jornalistas do DF repudiam as demissões em massa de trabalhadores no SBT. Nesta quinta-feira, foram anunciadas cerca de 15 demissões na emissora, o que vem provocando grande insegurança entre os trabalhadores.

As entidades prestam solidariedade e colocam seus departamentos jurídicos à disposição dos trabalhadores demitidos. Infelizmente, pela reforma trabalhista aprovada no governo Temer, com apoio dos setores mais retrógrados do país, foi retirada a proibição de demissões em massa sem negociação com os sindicatos.

Nos últimos dias, circula também a informação de que o SBT estaria arrendando sua programação para a CNN Brasil. A medida é proibida pela legislação, apesar de prática recorrente no país. O SBT, como uma concessão pública, tem o dever legal de manter programas noticiosos para informar a população. Infelizmente, o grupo Silvio Santos ignora todas as barreiras legais.

Vale ressaltar ainda que o SBT em Brasília, durante a pandemia, teve um grande número de trabalhadores infectados pelo novo coronavírus, principalmente porque a empresa não tomou as medidas necessárias de proteção aos funcionários, o que trouxe vários transtornos.

Os sindicatos irão acionar o SBT e pedir reunião para questionar as demissões, neste momento em que enfrentamos uma crise sanitária, econômica e social, em que a comunicação social se faz ainda mais essencial.”

SBT Rio também teve morte e infectados

Não foi somente em Brasília que o SBT foi alvo de críticas por parte de órgãos públicos quanto à funcionários infectados pelo novo coronavírus. A filial da emissora de Silvio Santos no Rio de Janeiro correu o risco de ser interditada após a morte do editor de imagens José Augusto Nascimento da Silva, de 57 anos, vítima do novo coronavírus, em abril deste ano.

De acordo com a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), naquela época estimava-se que dos 75 profissionais que trabalham na emissora, 35 estariam infectados. Além da morte do editor, um cinegrafista do SBT Rio ficou  internado em estado grave com Covid-19.

A apresentadora do SBT Rio Isabele Benito e seu marido também foram contaminados.

Top