X
publicidade:

SBT se pronuncia e nega que tenha sido obrigado a fazer campanha anti-LGBTfobia

Patrícia Abravanel em campanha anti-LGBTfobia do SBT (Imagem: Reprodução/SBT)

SBT ganhou repercussão nas redes sociais nesse início de ano ao veicular em sua programação uma campanha anti-LGBTfobia. A apresentadora Patrícia Abravanel é a primeira a aparecer no vídeo em questão, o que acabou gerando polêmica.

Isso porque a filha de Silvio Santos fez alguns comentários considerados homofóbicos há alguns meses durante o programa Vem Pra Cá. Nas redes sociais, a advogada Marina Ganzarolli comemorou o vídeo e afirmou que o SBT foi obrigado a reproduzir a campanha no mês de janeiro.

Mais tarde, Marina apagou essa informação da publicação. Procurado pela coluna de Ricardo Feltrin no Splash, do UOL, o SBT negou que tenha sido obrigado a fazer a fazer a campanha, garantindo que ela é totalmente voluntária.

Leia também no Portal Overtube:

Por que a Globo trocou Ana Clara por Rafa Kalimann no BBB 22? Descubra

Faustão se pronuncia após saída da Globo: “Página virada”

SBT se pronuncia

“O SBT esclarece que não é verdade que sua campanha sobre a importância de combater a LGBTfobia foi ordenada pela Justiça. Ao contrário do que está sendo divulgado, não existe condenação contra a emissora e nem à artista Patricia Abravanel”, garante o canal de Silvio Santos.

Em outro trecho do comunicado, a emissora afirma querer deixar claro que a campanha foi lançada na televisão e nas plataformas digitais “com o intuito de conscientizar e transformar as pessoas”, já que sempre “teve o seu Comitê de Diversidade e Inclusão para tratar dessa e de outras temáticas ao longo dos anos”.

“Vale ressaltar ainda que, através da Universidade Corporativa e da plataforma SBT do Bem, o canal possuí um calendário anual de ações afirmativas em diversidade, inclusão e pertencimento. A iniciativa, inclusive, conta com o apoio da empresa um.a diversidade criativa, referência no mercado”, diz.

Por fim, o SBT diz que tomou providências para esclarecer a situação, já que, segundo o canal, notícias inverídicas a respeito do caso foram divulgadas. O canal explica que vai solicitar a retificação das publicações.

publicidade:
Categorias: Televisão
Thiago Freitas: Formado em Marketing, é apaixonado por assuntos relacionados a entretenimento e televisão, no geral. Viciado em redes sociais e conteúdo para a web, acompanha esses tópicos há cerca de 15 anos.
publicidade:
Notícias relacionadas
Leave a Comment

This website uses cookies.