SBT tenta copiar Globoplay, dá errado e deixa afiliadas no prejuízo - Portal Overtube SBT tenta copiar Globoplay, dá errado e deixa afiliadas no prejuízo - Portal Overtube

SBT tenta copiar Globoplay, dá errado e deixa afiliadas no prejuízo

Isabele Benito

Isabele Benito

As afiliadas do SBT ficaram surpresas com a decisão da matriz em cortar as transmissões dos telejornais locais pelo Youtube. Segundo reportagem do Notícias da TV, assinada pelo jornalista Gabriel Perline, a decisão partiu da direção da área digital: tirar o conteúdo ao vivo da plataforma de vídeos do Google e colocar no site oficial da emissora.

Só que a decisão da matriz foi considerada arbitrária por algumas afiliadas. Em quatro dias de suspensão, parte delas perdeu audiência e faturamento. Algumas transmissões ao vivo chegam a capturar 3 mil espectadores no Youtube. Além da audiência, as emissoras ganhavam com a monetização da plataforma. Porém, com o corte acabaram no prejuízo.

O fato é que as reclamações foram muitas e o SBT teve de voltar atrás da decisão. Isso porque as transmissões ao vivo no site não alcançavam nem 20 espectadores.

À reportagem, a emissora de Silvio Santos negou a decisão arbitrária. Em nota, justificou que fez isso por conta de denúncias e tentativas de hackers de derrubarem os canais das afiliadas. 

“Algumas emissoras sofreram alguns strikes [alertas do YouTube feitos a partir de denúncias ou por violações de normas da rede social], como o SBT Brasília e o Rio Grande do Sul. Por esse motivo, foi recomendado para algumas emissoras que também ficassem sem a exibição da programação local, e sim a nacional, por quatro dias. A recomendação foi dirigida para essas afiliadas e regionais, porque elas se encontram no site do SBT. Mas a exibição local já foi normalizada”, explicou.

As fontes ouvidas pela reportagem desmentiram e afirmaram que o SBT queria transformar o site em uma plataforma de streaming semelhante ao Globoplay, da Globo.

Top