Sheherazade apoia Vera Magalhães e revela ameaças de morte por críticas à Bolsonaro - Portal Overtube Sheherazade apoia Vera Magalhães e revela ameaças de morte por críticas à Bolsonaro - Portal Overtube

Sheherazade apoia Vera Magalhães e revela ameaças de morte por críticas à Bolsonaro

A jornalista Rachel Sheherazade no SBT Brasil (Reprodução)

A jornalista Rachel Sheherazade no SBT Brasil (Reprodução)

O presidente da República Jair Bolsonaro é muito polêmico e nunca escondeu isso de ninguém. Desde que foi eleito, no entanto, ele vem travando um grande embate com muitos jornalistas brasileiros, acima de tudo contra os que fazem comentários políticos.

Entre os desafetos do governante do Brasil está a âncora Rachel Sheherazade, que é a atual apresentadora do SBT Brasil, principal telejornal do SBT. Ela não esconde de ninguém que não concorda com diversas atitudes do Governo Federal e já teceu muitas críticas.

Usando sua conta oficial no Twitter, Sheherazade revelou que suas críticas ao presidente lhe renderam grandes dores de cabeça. Entre elas estão, inclusive, ameaças de morte sofridas tanto por ela quanto seus filhos, todas depois de ter feito comentários sobre o político.

“Campanhas difamatórias, ataques em massa, ameaças de morte, ameaças contra meus filhos têm sido uma rotina desde que ousei criticar o então candidato Jair Bolsonaro, ainda no episódio da greve dos caminhoneiros em 2018”, conta.

Apoio à Vera Magalhães

A jornalista ainda explica que não está surpresa com os ataques sofridos por Vera Magalhães, também profissional de imprensa e atual apresentadora do programa de entrevistas Roda Viva. Ela fez uma revelação jornalística sobre Bolsonaro e começou a ser bombardeada nas redes.

“Não me surpreendem os ataques direcionados à jornalista Vera Magalhães. São da mesma natureza – vil, covarde, decrépita e misógina- das agressões a outras colegas de profissão”, afirma, citando na publicação Miriam Leitão, Eliane Cantanhedê e Patrícia Campos Mello.

Ela ainda questiona: “O que têm em comum, além das vítimas serem mulheres? Todos partem do mesmo escritório virtual do crime, já denunciado na CPI das Fake News, e solenemente ignorado pelo sr. PGR e pelo Ministro da Justiça, Sérgio Moro. A violência que minhas colegas sofrem eu sofri e tenho sofrido também”.

“Não posso afirmar que o presidente está no comando desses ataques a jornalistas, seria leviano. mas não há como negar que ele tira proveito do ódio que semeia. É esse ódio que inspira seus discípulos, que encoraja os covardes, que põe em cheque a própria liberdade de imprensa”, conclui.

Veja as publicações de Rachel Sheherazade abaixo:

Top