Campanha de Damares Alves pela abstinência sexual começa em fevereiro pelo governo federal - Portal Overtube Campanha de Damares Alves pela abstinência sexual começa em fevereiro pelo governo federal - Portal Overtube

Campanha de Damares Alves pela abstinência sexual começa em fevereiro pelo governo federal

Damares Alves, ministra dos Direitos Humanos, Família e Mulheres (Reprodução)

Damares Alves, ministra dos Direitos Humanos, Família e Mulheres (Reprodução)

Damares Alves, ministra dos Direitos Humanos, Família e Mulheres do governo Bolsonaro, deseja iniciar uma campanha que incentiva a abstinência sexual a partir do próximo mês de fevereiro. Essa informação foi revelada nesta quinta-feira (23) pelo jornal O Globo.

A campanha em questão é voltada para o público de 10 a 18 anos e é estruturada como política pública pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos em parceria com o Ministério da Saúde. A medida deve começar no dia 3.

Segundo a publicação, a divulgação deve ser iniciada nas redes sociais e pretende conter a gravidez na adolescência através da abstinência sexual. Também tem o objetivo de expor ao público que existem vantagens em “atrasar” o início da vida sexual.

O Globo ainda diz que, de acordo com Maurício José Silva Cunha, secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, tal argumentação não é pautada em elementos religiosos, mas em estudos científicos. O material também deve ser divulgado em outras mídias, mas ainda não se tem a confirmação.

Usando sua conta oficial no Twitter, Damares Alves se posicionou após ser criticada. “Pais e responsáveis por cuidar de adolescentes, digam-me qual é o mal de conversar com um menino ou menina, a partir dos 12 anos, e dizer que talvez ainda não esteja maduro o suficiente para começar a ter relações sexuais? Que grande risco isso pode trazer?”, questionou.

Veja a publicação original:

Top