Jornalista da Record diz que foi demitida por posar de biquíni: "Machismo" - Portal Overtube Jornalista da Record diz que foi demitida por posar de biquíni: "Machismo" - Portal Overtube

Jornalista da Record diz que foi demitida por posar de biquíni: “Machismo”

O logo da Record TV (Reprodução)

O logo da Record TV (Reprodução)

A jornalista Mariana Martins, que trabalhava na afiliada da Record TV em Goiás, foi demitida nesta terça-feira (25). Nas redes sociais, ela surpreendeu ao público ao revelar que suas fotos de biquíni motivaram a demissão.

No Instagram, ela compartilhou um vídeo em que desabafa. Martins explica que o canal não chegou a revelar qual foi o motivo para a decisão, mas afirmou que sabe o que aconteceu e decidiu contar para os mais de 300 mil seguidores.

“Eu queria dividir com vocês algumas coisas, até para que sirva de alerta para outras mulheres. A pressão pela audiência não pode maltratar nem coagir o funcionário. Vivi várias situações de constrangimento e ficou claro que queriam me transformar em uma outra pessoa, uma pessoa que eu não sou”, afirmou.

Veja também:

Sikêra Jr. passa mal, abandona Alerta Nacional e é substituído às pressas

Equipe do Fala Brasil reclama de Mariana Godoy nos bastidores da Record

Machismo

Apresentadora do Balanço Geral Manhã, Mariana diz que começou a ouvir uma série de comentários ruins nos bastidores. Além disso, ela revelou que uma reunião a deixou bastante desconfortável.

“Colocaram nessa reunião várias fotos das minhas redes sociais, com a presença de várias pessoas me constrangendo de uma forma absurda. Colocaram fotos minhas de biquíni, fotos minhas em viagens. Dizendo que eu tinha que transformar o meu Instagram em outro, para falar a língua do público, que as fotos estavam muito bonitas, que eu tinha que ser outra”.

Mariana Martins conta que começou a ser pressionada por uma gerente, que dizia que ela sensualizava na hora do trabalho. “Eu sensualizar em um jornal, gente? Eu não sensualizo nem aqui no Instagram. Então, as situações de constrangimento, preconceito, machismo, foram inúmeras”, desabafou.

“O que fideliza o público é ele ver a denúncia dele no ar, ele ver a reclamação dele no ar, um jornalismo imparcial”, disse ela. O site Notícias da TV procurou a Record TV, que disse que a demissão da jornalista aconteceu por “questões profissionais”.

Top