A Que Não Podia Amar: carta deixada por Elías revela que Cíntia causou o aborto de Ana Paula - Portal Overtube A Que Não Podia Amar: carta deixada por Elías revela que Cíntia causou o aborto de Ana Paula - Portal Overtube

A Que Não Podia Amar: carta deixada por Elías revela que Cíntia causou o aborto de Ana Paula

Cíntia em cena de A Que Não Podia Amar (Reprodução)

Cíntia em cena de A Que Não Podia Amar (Reprodução)

Elías (Fabían Robles) morreu em A Que Não Podia Amar depois de ser assassinado por Cíntia (Susana González). Mas nem a morte vai impedir o peão de se vingar da megera depois de ter sido traída por ela.

Ele deixou uma carta em poder de Consuelo (Michelle Ramaglia). O envelope foi parar nas mãos de Cíntia, mas ela preferiu não abri-lo. Mais tarde, Maria (Ana Martín) recebe a visita de Rogério (Jorge Salinas) na cadeia e decide entregar a ele.

Quando ler a carta, Rogério decide ir atrás de Cíntia e a acusa de ter provocado o aborto do filho de Ana Paula (Ana Brenda Contreras). A vilã minimiza o fato e diz que a criança ainda nem tinha vindo ao mundo, dando pouca importância.

Cíntia, então, tenta virar o jogo ao dizer que o livrou de cuidar para sempre do filho que era de Ana Paula com Gustavo (José Ron). Rogério não se convence e diz que era uma criança e que teria cuidado como se fosse dele.

A moça afirma que é graças a ela que Ana Paula e Rogério estão juntos e deixa o cadeirante chocado quando ele percebe que ela fez tudo apenas para evitar que existisse qualquer coisa ligando a mocinha a Gustavo.

A Que Não Podia Amar vai ao ar de segunda à sexta no SBT, sempre na sequência do Casos de Família.

Top