Pantanal: confira as diferenças entre a versão da Globo e a original da Manchete

Segunda fase da novela Pantanal começa na Globo

Segunda fase da novela Pantanal começa na Globo

A novela Pantanal estreou no horário nobre da Globo e está fazendo um grande sucesso. A novela é um remake da trama de mesmo título exibida pela extinta Manchete em 1990. Mas quais as diferenças entre a versão da Globo e a original?

O remake produzido pela Globo está sendo escrito por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, este último que é o autor da versão original da Manchete.

Luperi tem mantido uma certa fidelidade à obra do avô, com poucas modificações no texto. A novela, no entanto, tem se adaptado aos tempos atuais, visto que a obra original foi escrita e exibida a mais de 30 anos.

Contudo, algumas coisas estão sendo mostradas de maneira diferente na novela Pantanal da Globo. Quem não assistiu a versão original ou assistiu mas não lembra certamente tem se perguntado quais as diferenças entre a trama original da Manchete para a novela Pantanal exibida pela Globo atualmente.

Veja também:

Doente, Silvio Santos cancela novas gravações no SBT

Motivo do sumiço de William Bonner do Jornal Nacional é revelado

O que muda na nova versão de Pantanal?

A nova versão de Pantanal exibida pela Globo tem algumas diferenças em relação a novela original, exibida pela Manchete em 1990 e reprisada pelo SBT nos anos 2000. Confira:

Menos nudez

Seguindo os costumes das produções da Manchete, a novela Pantanal original possuia muitas cenas de nudez. Isso foi reduzido na versão atual da Globo, que tem mostrado os corpos masculinos e femininos com muito cuidado e da forma mais delicada possível.

Mais tecnológica

O primeiro capítulo da novela da Globo foi filmado em 8K, tecnologia que ainda não existia nos anos 90. Além disso, muitas cenas contam com o auxílio da computação gráfica, o famoso CGI, para adicionar elementos na tela como animais, fenômenos naturais e até recriar cenários.

Homofobia vira questão

Enquanto na trama original haviam várias cenas em que alguns personagens disparavam provocações homofóbicas, na nova versão a homofobia entra em pauta e é discutida.

O jeito Jove de ser

Enquanto na nova versão o perfil vegetariano e da cidade grande do Jove de Jesuíta Barbosa demorou a agradar o público, o protagonista da versão de 1990 até virou meme na internet. Com a nova versão no ar, internautas tem publicado vídeos da versão original em que o Jove é bem “afrontoso” com o pai.

Madeleine

Enquanto na versão original Madeleine era uma socialite, na versão atual ela é uma digital influencer.

A outra Família de Tenório

A segunda família de Tenório, que ele esconde da esposa Maria Bruaca, era formada por pessoas brancas na versão original. Na versão da Globo, os personagens que compõem esse núcleo são negros.

Zaquieu

O mordomo Zaquieu na versão original se chamava Zaqueu. Apesar da sutil mudança no nome, o personagem também conquistou mais espaço no remake. Na versão original, o personagem era usado como alívio cômico ao ter sua sexualidade estereotipada.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top