Além da Ilusão: Matias culpa filha mais nova pela morte de Elisa

Sofia Budke como Isadora em Além da Ilusão

Sofia Budke como Isadora em Além da Ilusão

Em Além da Ilusão, Matias (Antonio Calloni) cometerá mais uma de suas atrocidades e colocará na filha mais nova, Isadora (Sofia Budke), a culpa pela morte de Elisa (Larissa Manoela).

Nos próximos capítulos da novela das seis da Globo, Matias matará Elisa após errar um tiro contra Davi (Rafael Vitti). O juiz ficará fora de si quando pegar a filha na cama com o mágico e a trancará num quarto de hotel. Ele voltará para acertar as contas com Davi, mas Isadora ajuda Elisa a fugir e ela vai ao encontro do seu amado e acaba virando alvo do pai no meio da discussão com o mágico.

Sem limites para a crueldade, após matar Elisa, Matias voltará para casa e contará a a Isadora e a Augusta (Olivia Araujo) a sua versão dos fatos, ou seja, que Davi teria matado a jovem.

Contudo, Isadora não acreditará na versão contada pelo pai. “Não consigo sentir isso aqui dentro. Ele amava a Elisa! Eles iam fugir juntos, ser felizes!”, dirá a filha caçula.

Augusta concordará com a menina e dirá que viu quando o juiz abriu uma mala com bastante dinheiro e pegou uma arma.

Matias coloca culpa da morte de Elisa em Isadora em Além da Ilusão

Nos próximos capítulos de Além da Ilusão, Matias avisará que vai até a delegacia para garantir que Davi permaneça preso pelo resto da vida.

Entretanto, a pequena Isadora o assusta ao dizer que não acredita na história contada pelo pai.  “Acho que aconteceu outra coisa”, dirá a menina. Irritado, o pai a confronta: “Acha o quê? Que fui eu?”.

Isadora diz que o casal estava apaixonado e que Elisa havia contado para ela que iriam fugir juntos. Matias então questiona se foi a filha mais nova que abriu a porta para que Elisa fugisse e se encontrasse com Davi na pensão.

“Desembucha, criança!”, gritará Matias.

Isadora contará que Elisa chorava muito e a ajudou conseguindo uma chave reserva na recepção do hotel.

Sem escrúpulos, Matias põe a culpa da morte de Elisa na irmã caçula. “Então você também ajudou a matar a sua irmã! Você e o mágico são culpados por essa tragédia! Você também é uma assassina!”, dirá o juiz, abandonando a menina aos prantos e batendo a porta do quarto. A garota será, em seguida, consolada por Augusta.

 

 

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top