Éramos Seis: Sem salário, Alfredo decide roubar o patrão Éramos Seis: Sem salário, Alfredo decide roubar o patrão

Éramos Seis: Sem salário, Alfredo decide roubar o patrão

Alfredo (Nicolas Prattes) em Éramos Seis (Reprodução / TV Globo)

Alfredo (Nicolas Prattes) em Éramos Seis (Reprodução / TV Globo)

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Osório (Nicola Siri) pagará só metade salário de Alfredo (Nicolas Prattes) e Tião (Isak Dahora) e os dois ficarão indignados. Na sequência, os amigos descobrirão que o patrão está envolvido em um esquema ilegal de venda de peças roubadas de carros importados. Alfredo terá a ideia de roubar as peças roubadas do patrão para vendê-las.

Alfredo e Tião irão receber o pagamento e ouvirão do patrão: “Se não estão satisfeitos, reclamem com o governo, com o presidente, com o papa ou com os americanos, eles são responsáveis pela crise. Não fosse a quebra da bolsa, a economia brasileira não estaria em pandarecos… Você pode procurar outro emprego, por que não? Não esquenta em lugar nenhum Tião. Deve ser esta empáfia que tem”.

Após descobrir sobre as peças roubadas de Osório, Alfredo dirá para o amigo: “Vamos dar a volta neste sujeito. Ele não tem aquele monte de peças roubadas guardado? Vamos pegar uma e vender, é justo”. Tião será contra o roubo das peças e dirá que isso pode dar um problema enorme. Alfredo responderá: “Pra dar queixa de que sumiram peças roubadas? Ele tem o rabo preso, não vai poder falar nada. O danado está merecendo”.

Mais tarde, Alfredo chegará em casa e contará que contribuirá em casa com tanto ou mais dinheiro que Carlos (Danilo Mesquita). Vale ressaltar que Carlos conseguiu um emprego no banco graças a influência de Emília (Susana Vieira).

A cena está prevista para ir ao ar dia 10 de janeiro. Saiba o que mais acontecerá em Éramos Seis e outras novelas com o resumo da semana.

Top