O Tempo Não Para: Marocas desfaz sociedade com Lúcio - Portal Overtube O Tempo Não Para: Marocas desfaz sociedade com Lúcio - Portal Overtube

O Tempo Não Para: Marocas desfaz sociedade com Lúcio

Marocas (Juliana Paiva) em O Tempo Não Para

Marocas (Juliana Paiva) em O Tempo Não Para

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Marocas (Juliana Paiva) decidirá desfazer a sociedade que tem com Lúcio (João Baldasserini). Marocas primeiro contará a decisão para Samuca (Nicolas Prattes), que dará total apoio à esposa. Assim, Marocas não perderá tempo em comunicar Lúcio sobre o fim da sociedade.

Resumo Semanal – Novela “O Tempo Não Para” – 24/12/2018 a 29/12/2018

“Meu amor… Preciso do seu conselho sobre algo que venho pensando”, dirá Marocas para Samuca. “Claro… Sobre o que é?”, perguntará o jovem. “A Kikinico é um sonho meu, de mais ninguém”, dirá Marocas revelando a vontade de terminar a parceria com Lúcio.

“Cê tá falando dos investimentos do Lúcio?”, indagará o filho de Carmen (Christiane Torloni). “Sim… Estou pensando em usar a prerrogativa de uma cláusula do contrato assinado com ele… e voltar a não depender mais de nenhum investimento externo”, revelará a ex-congelada. “Acho perfeito… Você tem meu total apoio… Por que isso?… Você desconfia do Lúcio?”, dirá Samuca. “Chame de intuição feminina”, concluirá Marocas.

Desfazendo a parceria

“Senhor Lúcio… Desculpe tê-lo convidado para esse encontro mal o ano começou”, começará Marocas. “Não é um problema, Marocas… Eu gosto assim… entrar o ano trabalhando!”, responderá Lúcio. “Eu gostaria de dizer-lhe que vou recomprar a parte da Kikinico adquirida pelo banco Cap Martin”, revelará a filha de Dom Sabino (Edson Celulari). Lúcio ficará surpreso.

“Sei que pelo contrato que assinamos, eu tenho essa opção… mas quis antes comunicar-lhe pessoalmente, por respeito”, dirá Marocas. “É uma lástima… Eu tinha grandes planos para a marca Kikinico”, falará o banqueiro. “Agradeço que fez até aqui… Quem sabe num futuro próximo?”, concluirá a modista. “Quem sabe”, responderá Lúcio. Marocas sairá aliviada da reunião.

Top