Afiliada da Globo enfrenta grave crise política e prédio vai à leilão para pagar dívidas - Portal Overtube Afiliada da Globo enfrenta grave crise política e prédio vai à leilão para pagar dívidas - Portal Overtube

Afiliada da Globo enfrenta grave crise política e prédio vai à leilão para pagar dívidas

Thaíse Cavalcante no ALTV (Reprodução)

Thaíse Cavalcante no ALTV (Reprodução)

Afiliada da Globo no estado do Alagoas, a TV Gazeta está sendo acusada de retaliar jornalistas que aderiram à greve da categoria no estado. O movimento aconteceu em junho deste ano e vários funcionários foram demitidos em seguida.

De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, 15 jornalistas e apresentadores foram dispensados. Apesar disso, eles entraram na Justiça do Trabalho e acabaram sendo reintegrados pela emissora, que não teve outra saída.

Embora tenha acatado a decisão, a TV Gazeta, que pertence à família do ex-presidente Fernando Collor de Mello, iniciou um processo de retaliação. A ideia do canal antes da greve seria reduzir o salário das equipes em cerca de 40%.

A decisão, é claro, não foi aceita. Após a reintegração, a afiliada da Globo, a princípio, concedeu férias forçadas a todos os profissionais envolvidos. Depois, rebaixou cargos e fez a redução de ganhos e benefícios, além de, claro, tirar a visibilidade desses funcionários.

Os problemas da emissora

Ainda de acordo com a coluna de Ricardo Feltrin, a TV Gazeta vem enfrentando uma séria crise econômica e política. Os problemas são tão graves que o prédio que sedia o canal deve ir à leilão nos próximos dias na intenção de pagar dívidas.

As complicações continuam com o diretor-executivo Luís Amorim, que é investigado pela Lava-Jato, fora o próprio Fernando Collor de Mello. Acusado de corrupção há anos, ele teve uma prisão de 22 anos solicitada pela Procuradoria Geral da República em abril passado.

Entre os afastados das transmissões da afiliada da Globo estão apresentadores de importantes programas como Bom Dia Alagoas e ALTV1. Uma audiência movida pelo Ministério Público do Trabalho contra a emissora acontecerá na semana que vem.

A coluna procurou a direção da TV Gazeta duas vezes durante a última semana. Nas mensagens, foi informado que se tratava do assunto. A direção ignorou os contatos e não fez qualquer declaração a respeito.

Top