Âncora da Band defende Sheherazade e Paulo Henrique Amorim: "marcatismo Bolsonarista" - Portal Overtube Âncora da Band defende Sheherazade e Paulo Henrique Amorim: "marcatismo Bolsonarista" - Portal Overtube
Você está lendo
Página inicial > Televisão > Âncora da Band defende Sheherazade e Paulo Henrique Amorim: “marcatismo Bolsonarista”

Âncora da Band defende Sheherazade e Paulo Henrique Amorim: “marcatismo Bolsonarista”

Fábio Pannunzio, âncora da Band, saiu em defesa de Raquel Sheherazade e Paulo Henrique Amorim em rede social (Foto: Reprodução)

Fábio Pannunzio, âncora da Band, saiu em defesa de Raquel Sheherazade e Paulo Henrique Amorim em rede social (Foto: Reprodução)

Fábio Pannunzio, âncora do Jornal da Noite na Band, resolveu sair em defesa das ameaças de demissão de Raquel Sheherazade e Paulo Henrique Amorim. Além disso, prestou solidariedade ao historiador e comentarista político Marco Antonio Villa, demitido da rádio Jovem Pan.

O jornalista tratou como demissão o afastamento de Paulo Henrique Amorim da Record, onde permanece contratado, mas fora do ar. Conforme adiantou o Portal Overtube, o contrato do ex-apresentador do Domingo Espetacular com a Record TV vai até 2020.

Fábio Pannunzio ainda mencionou, através de publicação em seu Twitter, a âncora do SBT Brasil, Rachel Sheherazade – a jornalista foi vítima de um pedido de demissão de Luciano Hang, dono das lojas Havan, a Silvio Santos. Hang é patrocinador da emissora para a qual Sheherazade trabalha.

Marco Antonio Villa foi afastado da Rádio Jovem Pan após criticar os atos pró-Bolsonaro ocorridos em maio, chamando de “atos neonazistas”. Agora, Villa confirmou a sua demissão da rádio, em comum acordo entre ambas as partes.

Em comum, as três peças do tabuleiro tem as suas recentes críticas ao governo Bolsonaro. Fábio Pannunzio, em sua declaração no Twitter, afirmou que os jornalistas e o historiador estão sendo perseguidos por “macartismo Bolsonarista”.

Confira a íntegra da publicação:

“Não tenho nenhum apreço pelo jornalismo do Paulo Henrique Amorim, a quem tenho criticado nos últimos dez anos. Mas a demissão dele é brutal e inaceitável, produto do macartismo bolsonarista que já vitimou @VillaMarcovilla, @marcelomadu e ameaça @RachelSherazade”, escreveu o jornalista da Band.

Paulo Henrique Amorim é afastado da televisão pela Record

O apresentador Paulo Henrique Amorim ficará um tempo afastado da televisão. A decisão foi tomada pela Record TV, que deixará o apresentador fora do ar, mas promete que tentará encaixá-lo em outros projetos da casa.

Paulo Henrique Amorim sempre foi crítico do governo liderado por Jair Bolsonaro (PSL) e por muitas vezes se posicionou contra as atitudes de Sérgio Moro na Lava Jato. Através do blog Conversa Afiada, o jornalista se posicionou favorável a esquerda política.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top