Balanço final: "MEU PECADO" foi uma novela destinada a passar em branco - Portal Overtube Balanço final: "MEU PECADO" foi uma novela destinada a passar em branco - Portal Overtube
Você está lendo
Página inicial > Fofocas dos Famosos > Balanço final: “MEU PECADO” foi uma novela destinada a passar em branco

Balanço final: “MEU PECADO” foi uma novela destinada a passar em branco

meu-pecado

Portal Overtube – Com uma grade vespertina repleta de reprises, o SBT conferiu um suspiro de ineditismo (embora haja controvérsias) à sua programação com a exibição de Meu Pecado, folhetim mexicano produzido em 2009 e nunca antes transmitido no Brasil. A obra da Televisa sobressaiu-se pela produção bem-cuidada, mas pecou por insistir em diversos lugares-comuns do folhetim clássico e pela falta de alinhamento com as necessidades do público moderno.

A história revisita diversos ingredientes típicos das criações do trio Cuauhtémoc Blanco, María del Carmen Peña e Víctor Manuel Medina. Lucrécia (Maite Perroni, a cantora do RBD) é uma jovem desprezada pela mãe misógina, Rosário (Daniela Castro), e apaixonada por Juliano (Eugenio Siller). O amor deles, porém, esbarra no fato de Rosário culpar Juliano pelo acidente em que seu filho César (Diego Velásquez) morreu afogado ainda criança. Em paralelo a isso, a moral da história é que os pecados dos pais desses dois jovens de alguma forma influenciaria o destino deles.

O excesso de “mais do mesmo” foi sem dúvida o grande equívoco da novela. Não era difícil assistir a um capítulo de Meu Pecado e perder-se deja vus de novelas como Canavial de Paixões (1996/2004) e Manancial (2002), que eram dos mesmos autores e também tratavamde um romance a la Romeu e Julieta, em que um mal-entendido do passado fazia com que as famílias de ambos se tornassem inimigas. Essa receita, hoje já tão simplória, talvez ainda possa se mostrar atrativa se vier acompanhada de um “algo a mais”. Porém não: Meu Pecado foi narrada da forma mais tradicional possível, obsoleta até. Os capítulos transcorriam em um ritmo tão lento e tranquilo que quase chegava a reproduzir o cotidiano de zona rural em que a novela se ambientava. O público se deu conta disso, tanto é que a novela jamais chegou a ser um grande sucesso – tanto no México, onde alcançou números medianos, como no Brasil, em que os índices foram ainda mais decepcionantes.

mi pecado - CópiaPor outro lado, se a história carecia de atrativas, o mesmo não se aplica ao aspecto técnico e visual. Havia toda uma preocupação especial do produtor Juan Osorio com a fotografia do folhetim, desde a qualidade dos cenários até as belíssimas paisagens que serviram de locação para as cenas externas, embelezando ainda mais sequências marcantes como a primeira vez de Lucrécia e Juliano em um rio. Osorio, aliás, também merece parabéns por ter abandonado a linha exagerada e popularesca de suas novelas anteriores, como Salomé (2001) e A Alma Não Tem Cor (1997), repletas de situações absurdas e mirabolantes. Desta vez, ele construiu uma trama que, embora lenta, tinha boa dose de emotividade e um enredo crível e coerente, com direito a certo aprofundamento da psicologia dos personagens.

Com respeito ao elenco, tivemos boas atuações e alguns poréns. Maite Perroni e Eugenio Siller, os protagonistas, encaixam-se no segundo caso. Eugenio é assumidamente um ator fraco, e sua performance como Juliano não foi além do básico, além do que muitas vezes deixou a desejar. Já Maite até defendeu bem sua Lucrécia, uma mocinha de novela bastante típica, mas até certo ponto complexa e humana. No entanto, é visível que nesse papel mais denso e sério ela não despontava com o mesmo carisma da espevitada Malu de Cuidado com o Anjo (2013). Agora, o troféu cúmulo do exagero vai mesmo para Armando Araiza, com uma interpretação robótica e cheia de caras e bocas do vilão Carmelo.

Meu Pecado é o tipo de novela destinada a passar em branco. A trama repetitiva, a falta de agilidade, tudo contribuiu para fazer desta produção da Televisa um dos folhetins mais esquecíveis dos últimos tempos. Certamente, o público do SBT merecia opções melhores.

Top