Conheça Sandro Dalpícolo, um dos apresentadores do especial de 50 anos do Jornal Nacional - Portal Overtube Conheça Sandro Dalpícolo, um dos apresentadores do especial de 50 anos do Jornal Nacional - Portal Overtube
Você está lendo
Página inicial > Televisão > Conheça Sandro Dalpícolo, um dos apresentadores do especial de 50 anos do Jornal Nacional

Conheça Sandro Dalpícolo, um dos apresentadores do especial de 50 anos do Jornal Nacional

Sandro Dalpícolo apresentando o Boa Noite Paraná (Reprodução)

Sandro Dalpícolo apresentando o Boa Noite Paraná (Reprodução)

Globo está comemorando o aniversário do Jornal Nacional. O telejornal mais importante do país completou 50 anos no primeiro dia de setembro e a emissora carioca preparou uma série de especiais para que a data não passasse em branco.

A primeira das novidades anunciadas foi um rodízio na bancada mais famosa do Brasil. Durante as próximas edições exibidas aos sábados, os apresentadores serão jornalistas vindos de todos os estados do país, além do Distrito Federal.

No próximo dia 14 de setembro será a vez de Sandro Dalpícolo Luana Borba. Enquanto ele vem do estado do Paraná, a profissional trabalha na afiliada da Globo no Amazonas. Preparamos um especial para que você conheça mais sobre eles.

No caso de Sandro, ele trabalha na RPC, afiliada no Paraná, há nada menos que 34 anos. Durante essa trajetória, em que na maioria do tempo ele foi repórter, o jornalista apareceu em diversos programas exibidos na versão rede.

Sua promoção para âncora do Boa Noite Paraná aconteceu em 2011. E não parou por aí: naquela mesma ocasião, ele também foi promovido a editor-chefe do telejornal, que é a versão paranaense do SP2.

Lançamento de livro

Em 2011, Sandro Dalpícolo lançou o livro Uma Nova Luz na Sala – Histórias de TV Paranaense, que que conta a história da televisão no estado e conta com a participação de diversos personagens muito conhecidos por lá, entre entrevistas e depoimentos.

Durante uma conversa com o site oficial da Rede Globo, Sandro falou a respeito de sua estreia no Jornal Nacional, como repórter. “Eu lembro que era um prefeito da região que tinha oferecido uma praça como indenização trabalhista para um funcionário, e ele dava uma entrevista muito divertida…”, disse ele.

Ele também revelou qual é o momento mais marcante de sua longa carreira no jornalismo. Se trata do sequestro de Marechal Cândido Rondôn, que ganhou uma forte repercussão nacional na época.

“Um gerente de banco foi sequestrado e alguns sequestradores ficaram na casa dele com a mulher e com os filhos, tinha também uma babá. A polícia não conseguia entrar por causa das ameaças e a casa ficou cercada… Helicóptero em cima da casa, a polícia fazia muito barulho”. relembra.

Dalpícolo explica que a equipe ficou acampada na frente da casa. “Quando a solução foi aparecendo, que a polícia resolveu invadir a casa, eu estava com filho pequeno e tinha um bebê chamado Natália e a hora que ela sai no colo do policial, até hoje eu falo e me arrepio. Eu gritei o nome dela, porque seria tão injusto uma vida tão pequena fosse sacrificada ou corresse algum risco”, diz ele.

Top