Experiente repórter da Record recebe 12 denúncias de assédio contra funcionárias da emissora - Portal Overtube Experiente repórter da Record recebe 12 denúncias de assédio contra funcionárias da emissora - Portal Overtube

Experiente repórter da Record recebe 12 denúncias de assédio contra funcionárias da emissora

Gérson de Souza é acusado de assediar mais de 12 mulheres na Record (Reprodução)

Gérson de Souza é acusado de assediar mais de 12 mulheres na Record (Reprodução)

Um escândalo tomou conta dos bastidores da Record. Um de seus repórteres mais experientes, Gérson de Souza está sendo acusado de assediar pelo menos 12 mulheres, todas elas funcionárias da emissora.

De acordo com o site Notícias da TV, tudo começou no dia 8 de maio. Naquela ocasião, uma das produtoras do Domingo Espetacular, jornal em que o Gérson trabalha, estava sentava em sua mesa quando foi pega de surpresa pelo repórter.

“Ele chegou por trás e me beijou na boca. Ficou mostrando a língua e saiu dizendo que roubado era mais gostoso. Foi nojento”, disse ela, que não foi identificada, à publicação. Ela explica que houve uma discussão que foi testemunhada por uma terceira pessoa. Depois disso, o repórter passou a reclamar do trabalho da produtora, e foi quando ela o denunciou.

Depois disso, outras 11 mulheres decidiram denunciar formalmente o jornalista por assédio. Duas delas já haviam oficializado a denúncia nesta quinta-feira (23). Nesta sexta-feira (24) mais dez foram até à delegacia. Todas levadas por uma van da própria Record, que aconselhou que elas de fato fizessem as denúncias.

Apesar do número muito elevado, nem todas as supostas vítimas que reclamaram no departamento de Recursos Humanos da Record decidiram prestar queixa formal contra Gérson de Souza.

O repórter, por sua vez, nega que tenha assediado qualquer pessoa. Internamente, ele tem recebido o apoio de alguns profissionais da emissora. Cabe lembrar, todos esses contratados que o apoiam são homens.

Repórter alega revanchismo

Ainda segundo o Notícias da TV, o jornalista confirmou que houve uma discussão com a produtora do Domingo Espetacular. “Eu reclamei com a chefia da qualidade das pautas dela, era roteiro que não tinha o nome do entrevistado, que não tinha informações”, alega.

“Estou vendo isso como revanchismo. Tenho certeza de que ela está reagindo a uma observação que fiz sobre a qualidade do serviço dela”, tenta explicar Gérson de Souza. Ele também disse “ser de uma época em que se brincava com mulheres”.

“Isso é um grande mal-entendido. Não assediei ninguém”, afirmou o jornalista.

Top