SBT é condenado a indenizar cadeirante por atitude discriminatória - Portal Overtube SBT é condenado a indenizar cadeirante por atitude discriminatória - Portal Overtube

SBT é condenado a indenizar cadeirante por atitude discriminatória

Silvio Santos em seu programa no SBT (Reprodução)

Silvio Santos em seu programa no SBT (Reprodução)

SBT terá de pagar uma indenização de R$ 30 mil a uma mulher cadeirante. A informação foi divulgada pelo portal F5, que afirma que a condenação se deve ao fato de que a emissora não deu condições para que ela participasse do programa Roda a Roda, do qual havia sido convidada.

Segundo a publicação, a 22ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo entendeu que a conduta do canal de Silvio Santos foi discriminatória. Isso porque uma rampa de acesso não teria sido providenciada para recebê-la na atração.

Sem conseguir entrar no palco, a requerente foi forçada a assistir ao programa diretamente da plateia, em um local considerado desconfortável por ela. Tal informação está disponível no Conjur, site que cobre assuntos judiciários.

Ainda de acordo com o site, a cadeirante era vendedora dos produtos da Jequiti há cerca de sete anos e participaria do Roda a Roda como uma das consultoras da marca que pertence ao Grupo Silvio Santos. A entrada dela nos estúdios, no entanto, não foi autorizada.

Quando a mulher conseguiu chegar ao auditório, seu acesso não foi possível, já que não existia estrutura no estúdio. Dessa forma, ela precisou nomear uma procuradora para participar da atração em seu nome.

Top